O russo Suleiman Magomedov, que mora em Kaspisk, uma pequena cidade no sul da Rússia (a 2.000 km de Moscou) tornou-se uma lenda humana.

Ele é atleta aos 55 anos de idade e aproveitou para explorar a sua experiência de 25 anos de luta livre. Soma-se aos seus treinos frequentes, a pratica ioga, prática que o deu inúmeros recursos.

Tanto que resolveu percorrer alguns quilômetros de distância, apoiado apenas pelas mãos, ou andar plantando bananeira, como se diz na gíria.

Seu objetivo inicial era ir de sua cidade Kaspisk até a capital da república, Makhatchkalá, “caminhando”, mas trocando os pés pelas mãos. Ao final de sua tentativa saiu frustrado.

Não consegui por completo: “Eu não tinha experiência e o tempo estava ruim, então, calculei mal. Para ser sincero, eu fiquei com muito frio”, disse.

O seu desafio foi no ano de 2013, mas ele só conseguiu mesmo percorrer 1,6 km. Um dia quer bater o recorde mundial, que pertence ao austríaco Johann Hurlinger.