O colunista irreverente José Simão, sempre traz tiradas hilárias sobre a política brasileira. Ele diverte pelo seu blog, no facebook, no rádio e na Folha de S. Paulo, com frases cheias de picardia.

Hoje por, exemplo ele sugere: “Substituam o “Mais Médicos” pelo “Mais pastores” que curam com água e óleo”, ironizando todo o processo que há no Brasil de debandada dos médicos cubanos que atuavam em todo o território nacional.  Cerca de 8.332 médicos devem deixar gradualmente o país até o dia 12 de dezembro.

Aproveitando a tirada de Zé Simão, o jornalista Douglas Fernandes, que atuou anos em Curitiba em O Estado do Paraná e hoje está de volta a Maringá, sua terra natal, colocou uma questão:

“Grande ideia! Provavelmente bem mais eficiente. Mas não sei se será financeiramente mais viável. Será que a tabela de preços dos dízimos é mais barata do que a dos médicos?”

Outro seguidor dessas tiradas é o produtor musical RGerson Alfredo De Paula de Paula, que diz:  “Até poderia mesmo, porém Pastor é mais caro que o médico.
E mais: a “água” tem de ser do Rio Jordão e o “óleo” de Israel.”