Um empate sem gols foi o que o torcedor do Operário viu ontem (5) à tarde no Estádio Germano Krüger. O segundo amistoso entre Operário e Cascavel não saiu do zero.

O técnico Gerson Gusmão considerou que a apresentação de ontem foi “um pouco abaixo em relação ao que podemos produzir, principalmente no início da jogada. O passe não estava bom, e a bola acabou chegando pouco na frente.

O jogo é parte da preparação para as competições de 2019. O treinador avaliou inicialmente o onze formado por Matheus, Danilo Báia, Alisson, Sosa, Peixoto, Chicão, Índio, Dione, Jean Carlo, Rafinha e Bruno Batata.

No segundo tempo, ganharam chances os jogadores Léo, Rodrigo, Jardel, Pedrinho, Gil Paraíba, Xuxa, Lucas Batatinha e Schumacher.

Gusmão entende que “foi importante ter jogo contra uma equipe competitiva, que disputa cada bola, e muito próxima do que vamos enfrentar na competição”.

E destacou que “é bom que aconteça agora, quando temos tempo de corrigir nossas falhas e ampliar o leque de opções. Teremos um ano de muita disputa e nossos atletas precisam estar bem treinados”.

No próximo sábado (12) volta a campo contra o Maringá FC em novo jogo-treino no Estádio Germano Krüger. Dia 20, o Fantasma tem o primeiro jogo oficial, no Campeonato Paranaense, às 17h, contra o Paraná Clube, na Vila Capanema.