O consumidor de Curitiba tem até 30 de novembro para usar créditos do Nota Curitibana. O valor de até 30% do total do imposto pode ser abatido no pagamento do Imposto sobre Propriedade Territorial Urbana – IPTU de 2019.

A Prefeitura estima em R$ 14 milhões de créditos do Nota Curitibana para serem convertidos em descontos. Vale para qualquer imóvel, exceto os que tem pendência com a Prefeitura. Também é possível indicar mais de um imóvel para obter o desconto.

Os créditos são computados sempre que o contribuinte pede CPF na nota no setor de serviços (academias, escolas, cursos de idiomas, estacionamentos, pet shops e etc). Os créditos valem por dois anos. O cálculo é de 15% do imposto devido (Imposto sobre Serviços – ISS) em cada operação. Para se habilitar o cidadão precisa cadastro no programa.

“O cadastro permite que o cidadão possa consultar os créditos para serem usados no abatimento do IPTU, caso venha pedindo CPF na nota de serviços nos últimos anos, e participar dos sorteios, caso aceite os termos contidos no regulamento”, diz. “Sem o cadastro, o cidadão não consegue ter acesso a nenhum benefício do programa”, orienta Mário Nakatani Júnior, coordenador do programa. O cadastro é feito no site nota.curitiba.pr.gov.br.

Como cadastrar

Nota da Prefeitura ensina: Para descontar os créditos do IPTU é necessário acessar o sistema, clicar em indicar créditos, digitar a indicação fiscal que consta no carnê ou selecionar a indicação fiscal constante na tabela de indicações já realizada, que fica abaixo do quadro de indicações. O sistema calculará o valor limite (30%) do IPTU.

Em seguida, é preciso digitar o valor desejado e permitido no campo “Valor do crédito”. Por último, clicar em “Cadastrar”.

Sorteios

Esse não é o único benefício do programa. Além do desconto no IPTU, o Nota Curitibana sorteia aos contribuintes prêmios de R$ 50 mil, R$ 20 mil e R$ 10 mil e de R$ 150 mil em ocasiões especiais – Aniversário de Curitiba e Natal.

O Nota Curitibana gera um bilhete para sorteio na primeira nota com CPF no mês; a partir daí a cada R$ 50 resulta em um bilhete extra, limitados a cem tíquetes.