Ontem à noite a minha mãe e eu estávamos sentados na sala falando de coisas sobre a vida e do tema da eutanásia (morrer logo, sem sofrer, quando se está desenganado). Até que eu falei:
– Mamãe, nunca me deixe viver em estado vegetativo, dependendo de máquinas e líquidos de uma garrafa de hospital. Se me vir nesse estado, desligue logo os aparelhos que me mantém artificialmente com vida. Prefiro “morrer”.
Então, minha mãe se levantou, olhou para mim com cara de admiração e foi desligando: tv, DVD, cabo de internet, PC, mp3, Playstation, psp, wii, o telefone fixo, me tirou o celular, o ipod, tablete, Black Berry, iphone e retirou da geladeira toda a Coca-Cola, energéticos e as cervejas!…
– Que os pariu! Quase morri!!!