Sai a partir da próxima segunda-feira (5/11), no portal Cidade do Conhecimento, o resultado do cadastramento escolar da rede municipal de ensino em 2019. São as novas turmas de pré-escola e 1º ano do ensino fundamental, segundo informa a Secretaria Municipal da Educação. As matrículas vão de 5 a 14 de novembro nas unidades indicadas no cadastro. Os endereços das escolas e dos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) também serão encontrados no site.

Ano que vem serão cinco mil estudantes, crianças nascidas em 2013, 2014 e 2015 e que ainda não eram atendidas em CMEIs e escolas do município. O cadastramento foi realizado entre 20 de agosto a 20 de setembro.

Para trocar de unidade escolar, os pais devem primeiro matricular seus filhos na unidade indicada. Depois, entre 29 de novembro a 3 de dezembro, no núcleo de ensino da sua região pede transferência. No cadastramento, as famílias indicaram três opções de unidades de preferência para matrícula. A partir da indicação e do endereço da família, foi feita a distribuição das vagas, para garantir a matrícula na unidade mais próxima de casa.

Sem cadastro

Crianças não cadastradas devem procurar matrículas direto nas escolas, de 6 a 21 de dezembro. Nestas datas também serão abertas as matrículas para turmas das duas etapas do ensino fundamental (1º ao 5º ano e do 6º ao 9º ano). A rematrícula das crianças e estudantes já atendidos na rede municipal ocorreu de 29 de setembro a 5 de outubro.

A diretora do Departamento de Planejamento e Informação da Secretaria Municipal da Educação, Elizabeth Dubas Laskoski, alerta aos pais para que fiquem atentos aos prazos. “A matrícula é realizada mediante a apresentação da documentação pelas famílias. Por isso, é fundamental que pais e responsáveis compareçam à unidade indicada dentro do prazo para não correr o risco de perder a vaga”, explica.

Documentos

Os documentos necessários para a matrícula são: certidão de nascimento da criança, carteira de vacinação e cartão do Sistema Único de Saúde da criança (podem ser feitos nas unidades de saúde), Registro Geral (RG) e Cadastro de Pessoa Física (CPF) da pessoa responsável pela criança e comprovante da Copel. Caso o comprovante da Copel não estiver em nome do responsável pela matrícula é necessário apresentar outro comprovante com o mesmo endereço (conta de telefone, carta do banco, cartão de crédito). Devem ser apresentados os originais e cópia de todos os documentos.

Para estudantes vindos de outros estados é necessário apresentação do histórico escolar.