A nova cirurgia a que será submetido o presidente eleito Jair Bolsonaro está oficialmente marcada para o dia 12 de dezembro. Assim a diplomação do novo presidente também tem data. Será um dia antes, dia 11, conforme decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A presidência do TSE firmou o acordo na manhã de hoje em contato com o ministro extraordinário Onyx Lorenzoni, coordenador da equipe de transição de Bolsonaro. A data limite para a diplomação seria 19 de dezembro, mas optou-se pela véspera da cirurgia para evitar novos transtornos para o eleito.

Também por sugestão do TSL, Bolsonaro deverá antecipar em cinco dias a prestação de contas, que deveriam ser no máximo até o dia 17 de novembro. O objetivo é analisar a contas antes da data da diplomação. (Foto: Lula Marques/Divulgação)