Está mesmo confirmada para o dia 28, segunda-feira a nova cirurgia para remover a bolsa de colostomia do presidente Bolsonaro. A confirmação foi dada hoje pelo cirurgião Antônio Luiz Macedo em entrevista à rádio Jovem Pan.

O procedimento está marcado para as 7h, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

A operação estava marcada para o dia 19, mas o presidente resolveu adiar pois tem viagem marcada para Davos, na Suíça, onde ele participará do Fórum Econômico Mundial.

A bolsa de colostomia acompanha Bolsonaro desde o atentado que ele sofreu em 6 de setembro em Juiz de Fora, Minas Gerais, durante um ato de campanha.

A facada atingiu o intestino do presidente, que foi submetido a duas cirurgias, uma na Santa Casa de Juiz de Fora e outra no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Durante o tempo de recuperação que deve ser curto, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, responderá pela presidência do Brasil.