A Câmara dos Deputados definiu dez presidentes de comissões permanentes. Só a de Legislação Participativa teve a definição adiada para a próxima semana. A reunião foi encerrada por falta de quórum e reagendada para a próxima quarta-feira, 20, às 14 horas.

Aos 22 anos de idade, a deputada mais jovem da Casa, Luisa Canziani (PTB-PR), na foto, foi a escolha unânime para a presidência da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. Newton Cardoso Jr (MDB-MG) ficou com a de Turismo.

O deputado Fábio Mitidieri (PSD-SE) ficou com a Esporte; Gilberto Nascimento (PSC-SP) comandará o colegiado de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência. O deputado João Maia (PR-RN) presidirá a de Defesa do Consumidor e e pretende aperfeiçoar o Código de Defesa do Consumidor que é de 1990.

A deputada Benedita da Silva (PT-RJ) lidera a comissão de Cultura e Helder Salomão (ES) a de Direitos Humanos. Já o PSB elegeu o deputado de primeiro mandato Rodrigo Agostinho (SP) para a Comissão de Meio Ambiente e a deputada Lídice da Mata (BA) para a de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa. Mais cedo, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente da República, foi eleito para a Comissão de Relações Exteriores e Segurança Nacional.