O juiz federal Luiz Antonio Bonat foi o escolhido para o lugar do ex-juiz Sergio Moro na condução da Lava Jato no Paraná e também para a 13ª Vara Federal de Curitiba.

Bonat deve assumir depois do dia 19, quando termina a missão de substituir um juiz federal no Tribunal Regional Federal. Seu nome foi aprovado por unanimidade em sessão do Conselho de Administração do TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região.

Sua nomeação vai agora para a corregedoria do TRF, que definirá a data de posse do novo juiz. Em boa parte de sua carreira, Bonat, atuou em processos na área criminal. “Isso despertou meu interesse no assunto e foi fundamental na decisão de me candidatar a ocupar a vaga aberta pela exoneração da magistratura do atual ministro Sergio Moro.”

Na Lava Jato, Bonat garantiu que se manifestará apenas nos autos dos processos, como ocorria na operação anteriormente. “Será sempre respeitado o princípio da publicidade dos atos processuais, que é uma garantia fundamental de justiça, ressalvando-se, claro, as questões que demandem sigilo”, disse ele.