O presidente Jair Bolsonaro está repousando e sob observação médica, depois da bem sucedida cirurgia de sete horas no Hospital Albert Einstein. O último boletim médico aponta que o presidente está “clinicamente estável, consciente, sem dor, recebendo medidas de suporte clínico, prevenção de infecção e de trombose venosa profunda”.

Até completar 48 horas, Bolsonaro descansa, por ordem médica. Enquanto isso, o vice-presidente, Hamilton Mourão, exerce a Presidência da República. Hoje Mourão comanda a reunião ministerial para tratar da tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais.

A operação de ontem reconstruiu o trânsito intestinal e extensa lise de aderências decorrentes das duas cirurgias anteriores, conforme o boletim. Durante o ato cirúrgico, foi feita uma união do intestino delgado com o intestino grosso.

O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros (foto), disse que durante a cirurgia não houve intercorrências nem necessidade de transfusão de sangue. A operação começou por volta das 7h e terminou em torno das 15h30. A previsão é que o presidente da República tenha alta médica em 10 dias. (Informações da Agência Brasil)