O presidente eleito, Jair Bolsonaro, já está em Brasília. Ele chegou na Capital Federal na tarde de sábado (29/12). Hoje e amanhã o presidente e a sua equipe participam dos preparativos para a posse presidencial, marcada para terça-feira (1/1), a partir das 14h.

Ao entrar na cidade e se dirigir para a Granja do Torto, residência oficial e de descanso dos presidentes, o futuro presidente foi ovacionado por aproximadamente 40 motociclistas, que aguardavam o comboio de carros oficiais. O veículo em que estava Bolsonaro chegou a parar para que ele agradecesse as manifestações positivas.

Empresários da cidade também decidiram prestar homenagens a Bolsonaro. Eduardo, um dos filhos do presidente eleito, filmou um outdoor eletrônico que dava boas vindas ao capitão reformado. O vídeo também foi compartilhado pelo próprio Bolsonaro via Twitter. Posteriormente o presidente eleito escreveu na rede social:

@jairbolsonaro
Obrigado pela receptividade de sempre, amigos de Brasília e de todo Brasil! ????”

O presidente eleito saiu do Rio de Janeiro num avião a partir da Base Aérea do Galeão, na zona norte do Rio, por volta das 15h.

A saída de casa foi um pouco tumultuada quando Bolsonaro decidiu cumprimentar admiradores, que o aguardavam na entrada do condomínio. Ele acenou aos presentes, com parte do corpo para fora do automóvel, e um segurança do presidente interveio para impedir a imprensa e de fãs que tentavam alcançá-lo.

Em casa Bolsonaro esteve com o alfaiate e o cabeleireiro, no início da manhã. Bolsonaro não tem agenda pública prevista, exceto a cerimônia de posse. A solenidade será marcada por forte esquema de segurança, com interdição da Esplanada dos Ministérios. Com informações da Agência Estado.

A posse de Bolsonaro

14h45 – desfile do cortejo presidencial da Catedral Metropolitana de Brasília para o Congresso Nacional

14h50 – chegada do cortejo ao Congresso

15h – abertura da Sessão Solene de posse de Bolsonaro e Hamilton Mourão no plenário da Câmara dos Deputados

Neste momento, comporão à mesa: o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia e representantes da mesa do Congresso Nacional. Segundo o roteiro, haverá um discurso de Maia, a execução do Hino Nacional pela Banda do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília, a leitura e assinatura do termo de posse, e o pronunciamento de Bolsonaro.

15h45 – término da Sessão Solene

16h – cerimônia de execução do Hino Nacional, seguida de salva de 21 tiros e revista de tropas

16h15 – desfile do cortejo presidencial do Congresso Nacional para o Palácio do Planalto

16h20 – chegada do cortejo presidencial ao Palácio do Planalto

Segundo o roteiro, a partir deste momento, haverá a subida da rampa e a transmissão da faixa presidencial, seguida pela execução do Hino Nacional pela Banda do Primeiro Regimento de Cavalaria de Guardas.

16h30 – pronunciamento de Bolsonaro

17h – cumprimento dos chefes e vice-chefes de Estado e/ou de Governo, dos ministros de relações exteriores e dos secretários-gerais de organismos internacionais e os respectivos cônjuges ao presidente e vice empossado. Após os cumprimentos, os chefes serão conduzidos ao Palácio Itamaraty

17h30 – cerimônia de nomeação dos Ministros de Estado

18h15 – fotografia oficial

18h25 – Desfile do cortejo presidencial, em carro fechado e com a faixa presidencial do Palácio do Planalto ao Palácio do Itamaraty

18h30 – Recepção oferecida por Bolsonaro e a esposa, Michelle Bolsonaro, no Itamaraty.