O pênalti marcado contra o Atlético quase nos acréscimos no jogo contra o Internacional, em Porto Alegre, está rendendo muitas reclamações. O árbitro Rodrigo D’Alonso Ferreira marcou pênalti nos minutos finais que garantiu a vitória de 2×1, dos donos da casa no Beira-Rio.

A maioria dos ex-juízes e comentaristas que trabalham para emissoras de rádio e televisão concorda que a decisão do árbitro foi errada. Não houve contato e o atacante do Internacional simulou um empurrão dentro da área.

O técnico do Atlético, Tiago Nunes, foi enfático na reclamação contra a da arbitragem após o pênalti inexistente que decretou derrota atleticana, pela 32ª rodada.
Vários foram os erros cometidos contra o Atlético ao longo do Campeonato Brasileiro, destacou o técnico.

O treinador atleticano relembrou outros erros contra o Furacão ao longo Falando em entrevistas, Nunes disse:
“Não foi pênalti. É complicado, vamos ter que buscar a vaga pela Sul-Americana. Não tenho dúvidas que o Atlético é o time mais prejudicado no Brasil, principalmente pelas posições políticas muito bem definidas, seu posicionamento contra a gestão do futebol brasileiro. Na dúvida, é contra o Atlético”, declarou em entrevista às rádios Banda B e Transamérica.

Tiago Nunes também comentou que o Atlético é à favor do VAR, a única diferença é que o Atlético não admite pagar por este serviço. Ele é contra os clubes pagarem porque é uma conta muito cara”, esclareceu.