As 2,1 mil escolas da rede estadual de ensino, voltam às aulas no dia 14, quinta-feira da próxima semana. No entanto os professores já retornaram às atividades.

Organização da documentação escolar, matrículas, prestação de contas, atendimento à comunidade, reparos em salas de aula, refeitório e banheiros, pintura da quadra poliesportiva e jardinagem. É assim que as escolas da rede estadual de ensino estão se preparando para receber mais de um milhão de estudantes para início do ano letivo.

Serão cerca de um milhão de estudantes que começarão a frequentar as escolas públicas.

A partir de agora, diretores de escolas com menos de 100 alunos passarão a ter jornada de 30 horas (eram 20 horas); já os diretores à frente de escolas com mais de 100 alunos passarão a ter carga horária de 40 horas. A mudança é um reconhecimento ao trabalho realizado pelos diretores nas unidades e mais uma medida de valorização do trabalho do educador.

A alteração na carga horária dos diretores é apenas uma das novidades promovidas pela Educação nesse primeiro mês de trabalho. A primeira medida foi a reorganização da distribuição de aulas de 2020, que vai começar ainda neste ano. A medida foi anunciada pelo secretário de Estado da Educação Paraná, Renato Feder, logo no início de janeiro.

“Faremos a distribuição antes do final do ano, para que o professor já saia de férias sabendo como será o seu ano seguinte. E, no início do ano letivo, caso haja necessidade, haverá distribuição de aulas residuais de eventuais turmas que sejam consolidadas após este processo”, explicou Feder.

A segunda ação da Secretaria da Educação ainda antes do início do ano letivo, que começa no dia 14 de fevereiro, foi reorganizar o calendário para ampliar o tempo destinado para estudos e planejamento pedagógico.

Serão três encontros: o primeiro acontece nos dias 11, 12 e 13 de fevereiro; o segundo será no retorno do recesso de julho, nos dias 25 e 26, e no primeiro sábado do mês de outubro acontece o último encontro.

Os estudos serão realizados em todas as instituições de ensino da rede estadual. As datas foram elaboradas pela Secretaria de Estado da Educação para ampliar o tempo destinado à preparação dos profissionais e também para garantir a continuidade do projeto de aprendizado definido no início do ano letivo.