O programa Mais Médicos vai ser preenchido nas regiões de alta vulnerabilidade. A informação é do Ministério da Saúde. O levantamento do Ministério aponta que 8.366 médicos já estão pronto para atender em 53,3% dos locais mais carentes. Estes médicos que escolheram as periferias das capitais e regiões metropolitanas são na ordem de 77,3%

O sistema já alcançou 33.542 inscritos com registro (CRM) no Brasil. Desse total, 8.366 profissionais foram distribuídos para atuação imediata. Os interessados tem até dia 7 de dezembro para se inscrever.

Dados dos municípios garantem que 1.644 profissionais já se apresentaram ou iniciaram as atividades. Esses médicos tem até 14 de dezembro para se apresentar e iniciar a atuação ao gestor local.

Segundo o ministro Gilberto Occhi, a pasta estuda deslocar médicos que já integram o programa para locais que não tiverem a adesão de novos profissionais. No entanto, apenas com o fim do prazo, o ministério comunicará o que será feito para que a população não fique sem atendimento.

O ministro ressaltou que a pasta estará atenta para substituir os profissionais que deixarem os postos escolhidos após assumirem caso haja necessidade. Aqueles que deixarem o programa poderão ter que devolver o custo da passagem e os auxílios que receberem para poderem se fixar no município. Com informações da Agência Brasil